Baralho Petit Lenormand

Baralho Petit Lenormand – Baralho Cigano

 

 

Baralho Petit Lenormand:

Apesar de ser conhecido como “Baralho Cigano“, o mesmo não foi criado pelo povo cigano e, sim, por Anne-Marie Adelaide Lenormand (1772-1843).

Madame Lenormand foi uma das mais conhecidas videntes em seu século, fazendo uso da quiromancia, clarividência, leitura de folhas de chá, astrologia, entre outras atividades adivinhatórias.

Ganhou fama ao predizer o futuro de Napoleão Bonaparte, quando este era ainda um jovem oficial de artilharia, prevendo sua vertiginosa carreira e o seu declínio.

Madame Lenormand criou suas cartas a partir dos baralhos que as ciganas usavam para ler a sorte nas ruas de Paris, conseguindo incorporar nele toda a alma do povo cigano e imortalizando seu nome, pois seu baralho é o mais usado nos dias de hoje e é encontrado facilmente em qualquer loja de produtos esotéricos ou religiosos.

Originalmente, o baralho possuía 52 cartas , denominado “Sybille des Salons” ou o Grande Lenormand. Posteriormente, foi reduzido para 36 cartas, denominado “Sibila de Alençon” ou  o Pequeno Lenormand.

Se olharmos atentamente cada carta, iremos notar que elas nos parecem familiares, pois nelas estão escritas as nossas próprias vidas, despertam lembranças dentro de nós que nos levam a fazer associações com grande facilidade.

Seus símbolos são claros e profundos e carregam a energia da lua, a luz da vidência, os presságios e suas interpretações.

Assim, as cartas ciganas  permitem uma leitura fácil do nosso cotidiano e de situações conhecidas por nós.

 

Baralho Cigano

 

  • Cuide bem do seu baralho.

  • Quando adquiri-lo, consagre-o.

  • Transmita para ele a sua energia.

  • Guarde-o envolvido em um lenço.

  • Quando guardá-lo, A Cigana / A mulher (carta 29) sempre fica em cima das outras cartas.

 Este é apenas o começo! Aprenda sempre mais!